terça-feira, 26 de março de 2013

E eu a pensar que era o pepino

A hora da refeição é uma hora sagrada. Assim como a hora da cagada também o é. Lembro-me de, há muitos anos atrás, ficar a fazer palavras cruzadas até vir o tampo da sanita colado ao rabo quando me levantava. Bons tempos... Depois cresci. As prioridades mudaram. Os gostos e os hábitos também. As palavras cruzadas deixaram de ter graça. As sopas de letras também. Depois veio a fase de resolver sudokus, mas rapidamente me passou a aborrecer. O tampo da sanita, esse, tem-se mantido sempre um fiel companheiro nestas jornadas diárias. Atingida a maturidade, passei a dedicar-me às leituras. Hoje, entro apertada, de cigarro no canto da boca e de revista debaixo do braço. Todos os dias. Passados minutos, saio aliviada, com a marca do tampo da sanita estampado no rabo e mais culta. Muito mais culta. Muitas vezes, até surpreendida. Tal como há pouco, quando descobri que o vinho destronou o pepino.



16 comentários:

  1. Por acaso acredito nele, no ALX: é que detesto o cheiro e o sabor a pepino, ao contrário de alguns vinhos, que em mim têm um certo efeito...sexy, digamos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo em tudo... mas o pepino inspira-me.

      Eliminar
  2. O vinho normalmente vem antes do pepino.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto assim. O pepino como cabeça de cartaz.

      Eliminar
  3. …e as hemorroidas depois de longos períodos sentados na sanita…

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Nunca tive hemorroidas, mas se for tão mau como penso, sou a favor de um referendo para acabar com elas de uma vez por todas. Just saying...

    ResponderEliminar
  6. Experimenta courgette ou beringela e esqueces-te logo do pepino. Mas do vinho nunca te vais esquecer e o gin não é substituto mas sim complemento.

    ResponderEliminar
  7. Mas vocês estão-se a esquecer do encanto do pepino! Com aqueles pequenos picos na casca...aquela rugosidade, e sobretudo a dureza que nenhuma courgette ou beringela pode igualar. Lamento Passion Addicted, mas o pepino tem sempre um lugar especial no...vamos lhe chamar coração... das mulheres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronto... Se é assim eu arrumo a viola no saco e vou cantar para outra freguesia. Porque já vi que nesta quem manda é o pepino... :p

      Eliminar
    2. Haja alguém que me entenda. É isso mesmo, Mata Hari!

      Eliminar
  8. Para além do vinho, há moçoilas do campo, muito sexys...

    ResponderEliminar