sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Relógio biológico

Desde que a minha relação mais longa terminou, há coisa de quatro anos, oito meses e catorze dias, que nenhuma outra relação longa aconteceu. Desde então, estabelecendo aqui uma espécie de analogia, que a minha vida sexual tem-se assemelhado a uma montanha russa, com o respectivo período de época baixa de afluência do público no inverno, enquanto que a minha vida amorosa/emocional tem tido tanta emoção como aquela que acontece nos documentários dos anos oitenta sobre pradarias, onde se vê o esqueleto de uma vaca, um abutre sub-nutrido e uma bola de feno a passar ao sabor do vento. O relógio biológico, esse, não conheço. Entretanto, esta tarde, encontrei um amigo que já não via há mais de três anos. Lembro-me dele como um preto atlético, culto e inteligente. Bonito que só ele. Não era um bom companheiro de copos, mas era de conversa. Tenho saudades dele e de passarmos horas a falar das últimas aventuras íntimas de cada um. E hoje encontrei-o por acaso, ia eu a pé e ele parado dentro do carro num cruzamento, pelo que a conversa esteve limitada ao tempo que o semáforo permitiu. Ainda assim, deu para ver uma cadeira de bebé no banco de trás. Ah, já és pai e tal? Ah, sim mas só ao fim de semana... estou separado. Ah, que pena... mas estás bem? Ah, estou... e tu já és mãe? Ah, achas... Deus me livre! Semáforo muda para verde. Braço musculado sai pela janela para me dizer adeus enquanto um sorriso cheio de dentes impecavelmente brancos dizia que me ia ligar para bebermos um copo e conversarmos um dia destes. Nunca pensei neste homem para além de um amigo sempre vestido. Nem gosto de imaginar mini-pessoas inteiras a sair-me do ventre. Nem ele me vai ligar para copo nenhum. Mas vou estar as próximas quatro horas a pensar em fazer bebés.

6 comentários:

  1. Pensar em mini-pessoas inteiras a saír-me do ventre é coisa para me deixar quatro horas sem dormir!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso e produtos alimentares a saírem-me de outras partes do corpo. Pesadelos! Dá-me pesadelos!

      Eliminar
  2. Tu pensas nas coisas sempre em períodos de 4 horas?

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais ficar 4 horas a pensar nisso, é?

      R.

      Eliminar
    2. Não, mas já fiz 3 posts hoje e bebi vinho ao jantar. Estou cansada.

      Eliminar