quinta-feira, 25 de abril de 2013

A arte do povo africano de deitar por terra uma crise de melo-dramatismo caucasiano com relatos emocionados de relações mal sucedidas desde o inicio da clausura no bunker das pessoas amarguradas

"Esse não conta! Ele foi o homem que te penetrou mas não te tocou."

17 comentários:

  1. Respostas
    1. Estranhamente, não era disse que se falava hoje.

      Eliminar
    2. Pareces o Pinto da Costa, tu! Fala-se em fruta e ficas logo toda na defensiva... "Não, não é disso que tou a falar..." :)

      Eliminar
    3. É porque eu nem costumo falar nessas coisas, queres ver? :)

      Eliminar
    4. Ah bem... Então, se não estavas a falar de fruta, estavas a falar de quê então?

      Eliminar
    5. Voltamos ao início? :p
      Lá está... Fruta da grande...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Queres ser meu guia espiritual? Vou despedir a preta.

      Eliminar
    2. É suposto o guiar guiar-me, não fazer-me perguntas!

      Eliminar
    3. Critérios de selecção. Resposta errada e estás fora.

      R.

      Eliminar
    4. Eu bebo sagres. Sou fiel às minis originais.

      Eliminar
    5. Mini que é mini é Sagres. O resto é imitação barata.

      Bem vinda, minha filha.

      R.

      Eliminar
    6. Sinto que acabei de ser baptizada.

      Eliminar
  3. Micas... Se de repente começares a ver pessoas dentro da tua casa sem que lhe tenhas aberto a porta, não lhes respondas! Sério, miga... Essas pessoas não existem e é sinal que estas um bocadinho pior... :):D

    (gosto muito das tuas piadas!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca abro a porta à preta. Ela tem uma chave.

      Eliminar