sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Injustiça!

Mulher solteira toma banho, gasta perfume, escolhe cuidadosamente a roupa, arranja o cabelo e maquilha-se antes de sair de casa. Nunca se sabe quando pode aparecer um homem de sonho. Se as casadas também o fazem é porque são umas porcas. Não têm nada que interferir neste processo de caça. 
Portanto, ontem fui fazer noite, não sem antes ter tido todos os cuidados com a apresentação. Porquê? Não faço ideia. Primeiro, porque chego lá e visto uma bata por cima disto tudo. Depois, porque acontecem fenómenos químicos naquele sítio. Começou com a senhora da patareca mal lavada, depois foi o velhinho da fralda cagada, depois foi o monhé vomitado e depois foi o bêbado que queria que lhe pusessem os dedos no sítio porque tinha 'andado à porrada na tasca' e respingava sangue por todo o lado. E em menos de uma hora, todos estes entraram, saíram e deixaram na minha sala cheiros intensos e fluídos orgânicos. E claro, só depois do quadro do caos se compor, é que apareceu o polícia sexy com algemas e um cacetete comprido. Claro que, quando ele entrou, eu estava sozinha rodeada de cheiro a cona velha mijada, merda, caril azedo e vomitado e rodeada por nódoas no chão num degradé entre o vermelho-sangue, o amarelo-diarreia e o verde-bilis. Claro que eu o cumprimentei com um "boa noite senhor agente'" meloso e ele respondeu com um "b'noite" seco e a controlar o impulso do vómito. 
Hoje fui à loja do cidadão tratar do passaporte. Pensava eu que ia passar mais uma tarde a gozar com pessoas feias e mal vestidas. Ainda assim, antes de sair de casa, tive todos os cuidados com a apresentação. Porquê? Não faço ideia. Já não bastava as olheiras mal disfarçadas por ter trabalhado durante a noite, como ainda fiquei com mau humor e com vontade de enfiar todas as crianças de colo e as putas das senhas de prioridade dentro um saco e atirá-lo ao rio. Também ponderei enfiar dentro do saco a avó que dizia ao netinho que não tinha mais de cinco anos "tens que sorrir para a foto amorzinho, senão ficas com cara de assassino e violador". De início, não percebi muito bem de que planeta ela vinha, mas depois apareceu o pai da criança, que olhava para todas as mulheres como se elas estivessem sem roupa e percebi os receios da pobre senhora. Apesar dos contratempos e de todas estas aflições, ainda tive tempo de retocar a maquilhagem e compor o cabelo. Entretanto, as minhas aflições acalmaram quando chegou a minha vez de ser atendida. Claro que, no meio disto tudo, apareceu um homem lindo, morenão e com barba por fazer, no momento em que eu tirava a foto com essa regra estúpida das orelhas de fora. Tentem imaginar que têm 50 Kg de cabelo preto encaracolado e terem que o prender por trás das orelhas de modo a que estas fiquem visíveis. Claro que me distraí quando o Deus da loja do cidadão passava. Claro que a máquina da foto disparou nessa altura. Claro que a senhora gritou do outro lado do balcão "Eu disse para não se mexer nem rir". Claro que isso chamou a atenção do homem lindo. Claro que ele olhou na minha direcção a tempo de ver a minha foto no monitor com cara de predadora sexual, sorriso de tarada e orelhas de abano a olhar para a sua direcção. Claro que nada disto está certo!

14 comentários:

  1. Claro que não lhe sacaste o número de telefone. Ou um sorriso sequer.

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu penso que ele ficou a achar que eu sou uma violadora assassina.

      Eliminar
  2. Lambisgóia,
    O morenão com barba por fazer é casado.
    Vê lá nas que te metes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É nada... Não pode ser.
      Se for também devia ser atirado ao rio.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Eu acho sinceramente que a loja do cidadão das laranjeiras tem um portal para um universo paralelo.

      Eliminar
    2. Tenho de concordar contigo. É muito à frente, aquilo.

      R.

      Eliminar
  4. As tuas aventuras dão me sempre para rir :P
    Mas olha lá, barba por fazer à terrorista? Hum...e o número?

    ResponderEliminar
  5. Bem, as tuas aventuras relatadas diariamente à noite, põem uma gaija logo bem disposta :)
    E tu tens jeitinho para escrever, tens sim senhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh... Thanks :) (ó pra mim a inchar como um perú!)

      Eliminar
  6. O que eu retiro do teu magnifico texto: sou uma porca ;)

    ResponderEliminar