quinta-feira, 16 de maio de 2013

Carta ao Pai Natal

Isto de escrever coisas, por mais descabidas que elas possam ser, tem por base todo um ritual. Acende cigarro, música do dia a passar, escreve título parvo e daí o resto escorrega. E o verbo escorregar não surge aqui por acaso. É que acabei de escrever o título, enganei-me e quase que seguia uma carta ao Pau Natal. Se bem que, apesar de estarmos longe do Natal, este texto estava já idealizado para falar sobre desejos, o que faz com que o engano seja ainda mais fisiológico. Isto tudo porque vinha do ginásio a penitenciar-me em silêncio. Estou neste momento a atravessar a fase dolorosa e tipicamente feminina, descrita cientificamente como 'Estado Depressivo Pós-Férias', marcada por uma forte carga psico-dramática de arrependimento por tudo o que se comeu e bebeu durante 7 dias. Ainda hoje de manhã, ao ver uma colega bastante roliça a enfardar uma bola de berlim, pensei nos 128 g que engordei durante as férias, que agora só me permito duas folhas de alface e um rabanete por refeição por causa disso e que aquele espectáculo matinal só me dá força para continuar. Ela reparou no meu olhar crítico e disse-me secamente 'Sim, eu sei, são minutos de prazer na boca e o resto da vida no meu rabo. Mas eu não resisto'. O dia passou, fui treinar e agora lá vinha eu, apreensiva a pensar nisto, com uma pita de odivelas a dar música para a carruagem toda do metro com o seu telemóvel roubado, quando começa a dar esta e... sim, Pharrell, se tu quiseres, pode ser mesmo assim como disse a gorda. Ah, aquele sábio cachalote com pernas! 

21 comentários:

  1. Vai uma mini e um coirato? Há que manter a linha.

    R.

    ResponderEliminar
  2. hahaha adoro os momentos de alegria proporcionados pelo que os gordos dizem e pelas suas quedas! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de os ver dançar bêbados.

      Eliminar
    2. A barriga bamboleante de um gordo é uma visão que só alguns olhos por este mundo fora tiveram a felicidade de ver. Todas as ondinhas, sulcos banhentos e movimentações à la Shakira. E estamos a entrar na época das bolas de berlim e eu vou comer muitas na praia enquanto as skinny bitches olham para mim e me odeiam!!!

      Eliminar
    3. Eu estou com a Liz, no que toca a bolas na praia! Mais, mais, mais!

      Eliminar
    4. Pensei que quisesses folhinhas de alface.

      R.

      Eliminar
  3. Algures nessa publicação de referência que dá pelo nome de Correio da Manhã: "sexo: perder 250 calorias em apenas 30 minutos".

    Ora: 128 x 2 = x.
    Com 2x "x" (pouco mais que 30 minutos, portanto) tens o problema resolvido e crédito para mais uma férias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só estou a pensar no bem da lambisgóia.

      Eliminar
    2. Dado o panorama de crise, se eu fizer um concurso para eleger um PT, seria boa ideia?

      Eliminar
  4. As minhas gordas comem às escondidas e juram a pé juntos que têm um problema hormonal que lhes justifica as banhas. Mas apanho-as sempre com a boca na botija que é como quem diz com a boca nas bolas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso e dizer que até o ar as faz engordar...

      Eliminar
  5. Não concordo!!! "uma pita de odivelas a dar música para a carruagem toda do metro com o seu telemóvel roubado" - toda a gente sabe que em Odivelas são umas betas...

    ResponderEliminar
  6. Tu gostas de comer chocolate, tá visto! Agora não podes, porque estás de dieta. Mas chupá-lo bem já é opção outra vez. Aproveita o fim de semana e dedica-te a isso. E mais algum exercício se possível!

    Eu vou fazer o mínimo possível, tenho a dizer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O chocolate preto não engorda.

      Eliminar
    2. Isso é mito! Engorda menos, mas engorda! Especialmente se não tiveres cuidado! :p

      Eliminar
    3. Não me rogues pragas, por favor.

      Eliminar