quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Rentreé

Sempre primei pelo dom da modéstia e vocês, meus fieis seguidores, já devem saber o quanto isto é verdade. Igualmente do conhecimento de todos vós, é o facto de tudo na minha vida acontecer com uma intensidade muito superior à vossa. E, só por isso, as vossas mensagens de preocupação e saudades pela minha ausência de três semanas levaram-me a pensar duas coisas: 1) a vossa vida é triste sem mim; 2) bando de maricas, eu estou sem pinar há 2 meses e, isso sim, é sofrimento. E é aqui que apresento a minha justificação para a prolongada ausência: sou uma mulher limitada e a mudança de casa que tem estado em curso levou-me as forças e o tempo livre.
Posto isto, já todos perceberam: três semanas depois, ela volta num registo completamente diferente, mais humilde e numa nova pele de recém-virgem na sua purificante travessia do deserto da castidade adquirida a caminho da sua nova morada. E agora que sou uma mulher como as outras, que passa o dia a fazer coisas cansativas e que chega à noite demasiado fatigada para sequer pensar em sexo, vou fazer o que as demais fazem a esta hora: vou queixar-me de qualquer coisa. O tema escolhido para hoje é, nada mais nada menos, que as companhias de distribuição de gás natural canalizado. Ora, onde é que já se viu uma coisa destas, mandam um funcionário ver se está tudo bem e pagas! Se não estiver tudo bem, pagas na mesma e não tens gás. Tens de arranjar o que não estiver bem e pagar! Depois eles voltam lá e pagas outra vez, mesmo que ainda não esteja tudo como eles querem! Entretanto pagas e pagas e pagas e só à visita 1000 é que está tudo a postos para fazerem a ligação. Foi assim que me descreveram o procedimento. Fiquei assustada. Até agora só estive em casas totalmente 'movidas' a electricidade. E, precisamente hoje, tinha marcada a visita dos senhores do gás. Treinei o meu sorriso ao espelho durante toda a semana. O plano era sorrir muito, de forma a que eles simpatizassem comigo e dissessem que estava tudo bem à primeira. O senhor para fazer a verificação da canalização chegou cedo. Sorri muito, mas apenas três minutos depois de ter entrado na minha casa nova, o senhor do gás ainda não tinha olhado para a minha cara mas já estava a dizer ''Esta mangueira não está bem, sabia?...''. Tremi e suei. ''Como não? Sei lá ver se estava bem ou não! Eu lá percebo de mangueiras! Eu não pino há 2 meses, senhor!'', pensei eu enquanto tinha vontade de chorar sem conseguir calcular quanto tempo ia levar a consertar uma coisa que nem sequer sabia que estava ali. Ele continuava sem olhar para a minha cara, mas com um sorriso disse ''Promete que arranja isto o quanto antes? Vou fazer de conta que não vi e o gás é instalado já hoje.''. Eu sorri também sem perceber. Seria tímido? Já não frequento a igreja há muitos anos, mas em Setembro não é altura de boas acções, pois não? Será isto uma recompensa divina pela minha nova vida casta e humilde? Ele assinou uns papeis, despediu-se sem olhar para a minha cara e saiu. Fui até à sala, acendi um cigarro, olhei para o meu reflexo num espelho ainda meio embalado e perguntei-lhe: "É isto que acontece às pessoas que são boas, humildes e puras? A tua cara não interessa, mas os teus desejos acontecem?''. O meu reflexo respondeu-me prontamente: ''Não filha, isto é o que acontece a pessoas com um par de mamas desses! A tua cara não interessa, mas os teus desejos acontecem.''

32 comentários:

  1. Respostas
    1. Ah já percebi tudo... tu és um monstro com GPS que vive atrás do meu espelho!!!

      a)Private joke
      b)Atrás, não dentro. É escusado fazer piadas acerca do meu reflexo.

      Eliminar
  2. Obrigada!!! Isto sem ti não é a mesma coisa! E vê se pinas, ai, desculpa, vê se te animas!

    (um) beijo de mulata

    ResponderEliminar
  3. Parei nos dois meses. Vê lá se resolves isso, que isso não faz bem a ninguém.

    ResponderEliminar
  4. Bonito era vocês fazerem um movimento nacional "Vamos arranjar uma pila para a Snail"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ofereço-te já a minha por tempo ilimitado!

      Eliminar
    2. Está à tua disposição, basta pedires. A oferta também é por tempo ilimitado... Se a quiseres já, estou no jardim da estrela.. ;)

      Eliminar
  5. Não seja por isso! Onde está a petição para eu assinar? Juro que não quero que te falte nada!

    (um) beijo de mulata

    ResponderEliminar
  6. Snail, voltaste!!!! Ohh, estou tão contente!
    E arranjaste a mangueira ou não? Sim, essa mesmo que estás a pensar...

    ResponderEliminar
  7. Oh, pahhhh... Mais um post sobre mamas desconhecidas.

    ResponderEliminar
  8. Só foram umas ligeiras saudades. Nada de mais :D

    ResponderEliminar
  9. Quase fiquei com vontade de ser o homem do gás.

    ResponderEliminar
  10. Ficou resolvido, é o que interessa. Tenha sido pelas mamas ou não :D

    ResponderEliminar
  11. Continuamos à espera de confirmar se as mamas valem tanto como apregoas...

    ResponderEliminar
  12. Sei ler contadores, achas que posso ir ver a tua canalização?

    ResponderEliminar